3 de abril de 2016

Primeiras Impressões de O Rei Cigano

  Olá de novo leitores, tudo bem com vocês?

  Agora vim trazer o primeiro post onde coloco as minhas primeiras impressões sobre um determinado livro. Provavelmente esse tipo de publicação será mais para livros da Young Editorial, já que é algo que nós [parceiros] temos que fazer, mas quando ler algum outro livro e achar interessante fazer comentários iniciais sobre ele, podem ter certeza que irei fazê-lo.

  Pra quem não viu a divulgação do livro, é só clicar aqui.


Sinopse: Glacialem. País relativamente rico, vizinho de Meridial, e última ponta do Triângulo Comercial do Oceano Gélido. Tudo ali era perfeito e, mesmo que alguns discordassem, até o clima: um inverno eterno, com neve durante o inverno e o outono, chuvas frias durante a primavera, e no verão, quando o gelo começava finalmente a derreter, o outono nevado chegava de novo. Poderia ser o lugar perfeito, porém perfeição não existe. Não para alguns. Vez ou outra, Albus, o General e irmão do Rei, caía de amores por alguma jovem camponesa. Mas seu temperamento não era do tipo compreensivo, e ele não aceitava não como resposta. Se a moça fosse submissa a suas vontades, saía com uma vida confortável e feliz. Caso contrário, saía sem a vida. Tal regra também se aplicava a qualquer um que cruzasse seu caminho. Ao menos, até ele conhecer a fúria de Eros e Sapphire. Assim, Albus descobrirá que derrubar os Reis de Glacialem não será tarefa fácil.

  Bem, pra fazer esse post, a Young disponibilizou o prólogo e o primeiro e segundo capítulos, o que deu um total de 38 páginas.

  Algo que eu gostei muito foi o cenário em que a história se passa, o país de Glacialem. É um lugar diferente, meio que na minha imaginação um misto de Idade Média com um  toque de fantasia, com cidades próprias, florestas, rios, etc. Os nomes são um tanto diferente mas bem originais. 

  A linguagem que a autora utilizou é simples, e o leitor se depara com bastante diálogos durante a narrativa, com algumas partes proseadas aqui e ali. Isso torna a leitura rápida e fluída.

  Um dos pontos negativos é que creio que as coisas acontecem rápido demais. Há um problema e os personagens arrumam uma solução como num passe de mágica, sem maiores dificuldades. Além disso, a relação entre os personagens que eu considero principais é estabelecida de uma maneira acelerada, o que torna a mesma um pouco forçada.

  Outra coisa negativa é que, como as coisas acontecem depressa, consequentemente não há muito detalhamento sobre alguns aspectos, e uma das coisas de que inicialmente senti falta foi de uma apresentação mais completa dos personagens, com as características tanto físicas quanto psicológicas. Enquanto uns são descritos só fisicamente, outros o são só psicologicamente.

  Por enquanto, a história não está muito interessante, já que não está acontecendo nada emocionante e tals, mas ainda assim o que me faz querer ler o resto do livro* é ver a vida dos personagens nesse cenário super legal.

*Provavelmente eu vou ler o livro inteiro e, se o fizer, vai ter resenha aqui pra vocês =D

  Então, leitores, essas foram minhas primeiras impressões do livro. Alguém aí já leu e/ou já ouviu falar dele?

  Beijos *-*

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê sua opinião sobre o assunto discutido acima :D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Copyright © 2015 | Design e Código: Natana Duarte - Colecionando Livros | Uso pessoal