5 de janeiro de 2016

História da Editora - Série de Posts em Homenagem à Editora Record #2

  Olá leitores, tudo bem com vocês?
 Aqui estou eu novamente com mais um post que faz parte da série de postagens em homenagem ao lindo do Grupo Editorial Record. Caso você você não tenha visto o primeiro post dessa série, clique aqui para ser redirecionado para o mesmo.
  Uma coisa que achei muito importante incluir nessa homenagem ao GER foi sua história, ou seja, como tudo começou e como esse conglomerado maravilindo conseguiu chegar até onde está hoje, com milhares de títulos já lançados e com várias editoras e selos diferenciados. Peguei todas as informações abaixo do site da própria editora (link no nome ali em cima). Ah, e hoje encerra oficialmente a parceria do ano de 2015 que o blog tem com o GER; torçam para que consigamos renová-la, okay? Então, vamos lá?
 
SEÇÃO QUEM SOMOS 

Uma empresa 100% nacional: o maior conglomerado editorial da América Latina fala português. Líder no segmento dos não-didáticos, o Grupo Editorial Record mantém a posição apostando em qualidade e diversidade. Desde 1942, quando foi fundada por Alfredo Machado e Décio Abreu como uma distribuidora de quadrinhos e outros serviços de imprensa, conserva a vocação de difundir informação, conhecimento, cultura e entretenimento literário.

Com onze perfis diferenciados — Record, Bertrand Brasil, José Olympio, Civilização Brasileira, Rosa dos Tempos, Nova Era, Difel, BestSeller, Edições BestBolso, Galera & Galerinha — o objetivo é sempre trazer o que há de melhor para o leitor brasileiro.

De seu parque gráfico, composto pelo Sistema Poligráfico Cameron, um moderno equipamento de impressão, único no continente, saem até 100 livros de 200 páginas por minuto. Ficção; narrativas históricas e científicas; ensaios culturais, sociológicos, literários e filosóficos; reportagens; romances policiais e de suspense; literatura feminina e quadrinhos fazem parte do variado catálogo do grupo, hoje com mais de 6 mil títulos.  

  Agora leiam um pouquinho mais sobre cada uma das editoras/selos:

Record: Carro-chefe do grupo e responsável pelo lançamento de várias tendências editoriais, a Record busca sempre inovação e qualidade entre seus títulos. Ficção de qualidade e entretenimento, reportagens e narrativas de não-ficção sobre temas polêmicos, históricos ou científicos, são a nova face da editora. Nomes como Candace Bushnell, Sophie Kinsella, Bernard Cornwell e Conn Iggulden, freqüentes nas listas de mais vendidos de vários países, dividem espaço com talentos nacionais, como Alberto Mussa, Mario Sabino, Lya Luft, Tania Zagury e Cristovão Tezza. Clássicos como Graciliano Ramos e Fernando Sabino também levam o logo da editora, entre vários vencedores de Prêmio Nobel: Gabriel García Márquez, Hermann Hesse, Albert Camus e Günter Grass. 

Bertrand Brasil: Criada originalmente para ser uma importadora e distribuidora de livros franceses e portugueses, a Bertrand Brasil fez sua primeira incursão na área editorial em 1953, publicando Dom Camilo e seu pequeno mundo, de Giovanni Guareschi. O sucesso motivou a editora a lançar outros escritores, como Simone de Beauvoir, Jean-Paul Sartre, Pierre Grimal, Colette, Françoise Sagan, André Gide, Roger Bastide, Tomasi de Lampedusa, André Malraux e Saint-Éxupery. Foi incorporada ao Grupo Record em 1996.

José Olympio: Estabelecida no mercado desde 1931, a editora José Olympio é um dos pilares da cultura brasileira. Atravessou várias fases e boa parte da história editorial brasileira. Pelas mãos de seus colaboradores, muitos originais saíram do prelo para a posteridade, como o eterno Fogo morto, de José Lins do Rego. Integrando o Grupo Record desde 2001, a José Olympio restaura, com frescor e dinamismo, seu patrimônio editorial.

BestSeller: Fundada em 1986 e incorporada ao Grupo Editorial Record em 2004, a editora BestSeller tem tradição na publicação de livros de carreira, finanças, desenvolvimento pessoal, negócios, liderança, marketing, estilo de vida, saúde, relacionamento, moda e educação.
Constam em seu catálogo autores consagrados nacional e internacionalmente, como Deepak Chopra, Louise Hay, Jean Sasson, Stephen Covey, Ken Blanchard, Nassim Taleb, Peter Senge, Dave Ulrich, Nina Garcia, Gordon Ramsay, Walter Longo, Zé Luiz Tavares, Adilson Xavier, Regina Navarro Lins, entre outros.

Civilização Brasileira: Fundada em 1932, a editora Civilização Brasileira foi incorporada à Record em 2000, mantendo-se fiel a sua proposta original: aliar tradição e pensamento crítico. O leitor encontra, aqui, clássicos da economia e sociologia, como Karl Marx e Antonio Gramsci, e da literatura universal e brasileira, como James Joyce, Oscar Wilde, Paulo Mendes Campos e Lúcio Cardoso.
Também recebem o logo da CB os mais importantes trabalhos acadêmicos realizados no Brasil e no exterior, em áreas que vão da história à psicanálise.

Nova Era: Com títulos diversificados nas áreas de qualidade de vida, auto-ajuda, astrologia, esoterismo, espiritualidade, religião, terapia holística e pensamentos, a editora Nova Era foi criada em 1991.
Em seu catálogo, autores brasileiros pioneiros, como Hermógenes, Nei Naiff, Max Klim, Bruno Pacheco, Johann Heyss e Alex Botsaris, e os clássicos, como Dalai Lama, Joseph Murphy, Elizabeth Clare Prophet, Leo Buscaglia, Carlos Castaneda e Linda Goodman.

Difel: Como parte da Bertrand, obras de referência, ensaios na área das ciências humanas e biografias de grandes personalidades compõem o catálogo da Difel. A editora foi fundada em 1999 a pedidos de leitores, sobretudo do meio acadêmico.

Rosa dos Tempos: Dedicada a obras de gênero e interesse feminino, a Rosa dos Tempos foi fundada em 1990 pela escritora Rose Marie Muraro e a atriz Ruth Escobar. A idéia era criar, no Brasil, um instrumento que desse voz às mulheres, uma editora com ótica feminista. O projeto tornou-se realidade com o apoio da jornalista Laura Civita, da socióloga Neuma Aguiar e do fundador e editor da Record, Alfredo Machado.

Galerinha Record: A Galerinha Record é o ponto de encontro para os livros de Louis Sachar, Antonio Skármeta, John Bellairs, Leo Cunha, Lya Luft, Leticia Wierzchowski, Marco Túlio Costa e outros. Criada em 2007, a Galerinha Record apresenta ao público infantil histórias de aventura, amizade, coragem, magia e muito mais.

Harlequin: Editora dedicada ao entretenimento da mulher através da leitura, a Harlequin Books, com sede em Toronto, Canadá, está presente em mais de 109 países e publica mensalmente cerca de 800 títulos em 29 idiomas. Líder mundial em ficção feminina, a editora reúne mais de 1300 autoras para oferecer à mulher uma leitura variada, de romances contemporâneos e históricos a thrillers e suspenses românticos.
Através de uma joint-venture com o Grupo Editorial Record, a editora canadense desembarcou no Brasil no primeiro semestre de 2005. Em sua bagagem, trouxe sua experiência no modelo de romances em séries, contando hoje com as linhas Paixão, Desejo, Jessica, Destinos, HR Históricos, Rainhas do Romance, Fuego e Modern Sexy, todas com preço atraente e em formato de bolso, ou melhor, de bolsa. Além das séries, a Harlequin Books oferece também, é claro, edições para as livrarias, com obras de autoras consagradas na lista de mais vendidos do The New York Times, como Nora Roberts e Barbara Delinsky. e lançamentos com o selo Red Dress Ink, dedicado à chick-lit, a literatura sobre o dia-a-dia das adolescentes e jovens contemporâneas.

Galera Record: Literatura jovem sem fronteiras de idade ou conceitos preestabelecidos. A Galera Record é a casa de Meg Cabot, Eoin Colfer, Cecily von Ziegesar, Anthony Horowitz, Georgia Byng e muitos outros autores.
Criada em 2007 para atender ao público de 12 a 20 e muitos anos — leitores ávidos por novidades que falem a sua língua e retratem temas com os quais se identifiquem —, reúne títulos que vão do romance de aventura ao mundinho da moda; da ficção científica ao primeiro amor; da magia à fofoca; da fantasia ao rock.

Edições BestBolso: Escritores que já fazem parte do catálogo do Grupo Editorial Record disponíveis no formato de bolso e a preços mais acessíveis. São títulos clássicos de autores consagrados, como Rubem Braga, Fernando Sabino, Umberto Eco, Anne Frank, Isabel Allende, Albert Camus, John Steinbeck, entre outros.  Há, ainda, um diferencial importante que faz das Edições BestBolso um sucesso de crítica e venda: mais de 350 títulos do seu acervo estão disponíveis apenas neste formato, há muito esgotados das prateleiras —  Robinson Crusoé, de Daniel Defoe, Doutor Jivago, de Boris Pasternak,  vários títulos de Scott Turow, Ken Follett e Frederick Forsyth, entre outros. A BestBolso oferece ao público também edições exclusivas como a reunião de 40 contos escolhidos de Machado de Assis e as de 50 crônicas de Rubem Braga. Com distribuição diferenciada em livrarias, supermercados, bancas de jornal e lojas de conveniência, a BestBolso é uma iniciativa fundamental para a democratização da leitura.

Best Business: O selo Best Business publica livros nas áreas de negócios e economia. São títulos voltados para um público leitor exigente e seletivo que busca refletir em profundidade sobre as transformações na economia e sobre o significado de liderar no mundo de hoje. Títulos de relevância que se distinguem dos livros de auto-ajuda empresarial e que atendem a demanda por informação de gestores e líderes com atividades que requerem pensamento estratégico.

Verus Editora: Em atividade desde 2000, a Verus Editora solidificou sua presença no mercado editorial com um catálogo forte e variado que reúne autores de renome nacional e internacional como Rubem Alves, Anselm Grün, Cesar Millan, Dalai-Lama, Osho, entre outros. Nos últimos anos, vem investindo em obras relacionadas a estilo de vida, com títulos de culinária, turismo, moda, guias de educação de cães, conhecimentos gerais e etc. A Verus acaba de inaugurar sua linha de ficção, com livros de autores nacionais e estrangeiros.

Viva Livros: Com o slogan "Autores que valorizam a sua vida", o Viva Livros reúne em seu catálogo títulos clássicos do acervo do grupo nas linhas de espiritualidade, motivação, saúde, bem-estar, qualidade de vida, astrologia, guias de referência, liderança e negócios.
O conceito de sucesso do livro de bolso consagrado pelas Edições BestBolso está sendo mantido neste novo empreendimento: preços acessíveis, edições leves e portáteis de 12 x 18 cm e texto integral em todos os lançamentos.

Paz e Terra: Uma editora voltada à publicação de títulos que suscitem o pensamento crítico sobre nossa sociedade e nosso tempo. A Paz e Terra  surgiu em 1967, fundada por Enio Silveira, então diretor da Civilização Brasileira. Juntamente com Moacir Félix, e inspirado pela encíclica papal Pacem in Terris, Enio cria a nova editora para divulgar ideias ecumênicas progressistas, o que acabaria por lançar no Brasil o ideário da Teologia da Libertação.
Nascida na resistência democrática, a Paz e Terra conquistou progressivamente a adesão de muitos de nossos mais brilhantes intelectuais, com os quais sempre compartilhou a defesa da liberdade de pensamento e do direito ao diálogo. Hoje os autores e títulos publicados pela Paz e Terra são referências nas áreas de ciências humanas e sociais. Entre os autores lançados pela editora figuram Celso Furtado, Paulo Freire, Helio Jaguaribe, Esther Pillar Grossi, Eric. J. Hobsbawm, Michel Foucault, Norberto Bobbio e Manuel Castells, entre outros intelecuais respeitados.

  Aí está leitores, tudo ou pelo menos quase tudo que vocês precisam saber sobre o GER. Gostaram? Deixem aí nos comentários o que vocês acham do Grupo e qual (is) livro (s) dele vocês gostam ou já leram xD
  Beijos e até a próxima *-*

P.S.: Os posts dessa série ainda vão continuar, mesmo com a parceria encerrando hoje. Como estou viajando, provavelmente a continuação dela será publicada do dia 11 de janeiro em diante ;)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê sua opinião sobre o assunto discutido acima :D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Copyright © 2015 | Design e Código: Natana Duarte - Colecionando Livros | Uso pessoal