9 de novembro de 2015

Comentário do Livro: Tudo O Que Precisamos, Mas Nunca Aprendemos, Sobre Mitologia


  Olá leitores, tudo bem com vocês?

  Bem, eu tenho postado nas redes sociais do blog que eu ia fazer um post sobre esse livro, mas que não seria uma resenha. Como assim, Aline? Basicamente é porque eu não li o livro todo, mas calma aí... Vou explicar tudo certinho, então continue lendo :)

  Tudo O Que Precisamos, Mas Nunca Aprendemos, Sobre Mitologia é um livro do autor Kenneth C. Davis, publicado aqui no Brasil pela Difel, um dos selos do Grupo Editorial Record, a editora diva que me enviou o livro devido a parceria *-*


  Bem gente, o caso é o seguinte: eu solicitei esse livro porque eu amo mitologia, e esse foi o primeiro livro que conheci que abrange não só aquelas mitologias mais conhecidas (especificamente a Grega e a Romana), mas também muitas outras, como por exemplo a mitologia das Américas *-*. Isso fez com que eu quisesse ler e ter esse livro em minha estante imediatamente sem que eu visse a quantidade da páginas. Tudo bem que quando a leitura é agradável você lê mil páginas num piscar de olhos, mas não foi bem isso que aconteceu comigo, infelizmente. Como o livro aborda várias mitologias, e como cada mitologia abrange muitas características próprias, deuses, narrativas e etc, querendo ou não o livro é bem grande: 728 páginas de puro conhecimento. Tantas mitologias fez com que o livro se torna-se um pouco cansativo, por isso eu não consegui concluir sua leitura, e acabei deixando para finalizá-lo nas férias de dezembro.

  Esses aspectos fez com que eu desejasse que o livro fosse não um volume único, e sim dividido em volumes. Como assim? Como há umas nove mitologias diferentes, mais introdução e etc, acho que se eles tivessem dividido em mais partes teria ficado melhor. Não em questão de custo-benefício nem nada, mas sim em questão de ser um livro de mais fácil leitura, nem tão cansativo, e que daria uma chance de escolha do leitor para qual mitologia ele quer ler. Eu por exemplo não gosto muito de mitologia Grega; se tivesse um volume só com essa mitologia, eu provavelmente optaria por não comprar. Na verdade não estou dizendo que eles deveriam ter feito cada mitologia em um volume, mas sim, por exemplo, cada volume com três mitologias. Acho que esse método teria ficado melhor, uma vez que uma pessoa carregar esse livro na bolsa quando vai sair não é lá muito tranquilo hehe.

  Como as mitologias são apresentadas ao leitor? Bem, basicamente, no começo do capítulo, são apresentadas várias perguntas sobre a mitologia em questão, que serão respondidas pelo autor, assim transpassando diversos conhecimentos sobre a mesma, desde o panteão de deuses até o uso dela na nossa atualidade. Há várias coisas no nosso cotidiano que tem uma profunda relação com as mais variadas mitologias. Além disso, há outros aspectos que completam a grande abrangência da obra: como as mitologias são relacionadas a determinados lugares, também no começo de todos os capítulos temos uma linha do tempo com os principais acontecimentos do mesmo, o que traz um conhecimento científico que pode ser utilizado na nossa vida acadêmica, por exemplo. Também temos vários fragmentos de textos, quotes, etc, que são distribuídos no início do capítulo e também em seu percorrer (nesse último caso o nome dado é Vozes Míticas; aqui, esses fragmentos são mais de especialistas ou estudiosos do assunto).

  Uma outra coisa que eu achei muito interessante também foi o índice remissivo. Geralmente eu não me importo muito com eles, mas neste caso pode-se fazer um ótimo uso do mesmo, quando você quer, por exemplo, ler sobre um mito ou um personagem mitológico específico, e até mesmo quando você está fazendo uma pesquisa sobre determinado assunto relacionado a este tema.
 
  Pode-se dizer que a linguagem é fluída, e não há muito enrolação. As informações que o autor insere no decorrer da obra são claras e bem originais, e o livro se tornou grande porque, é claro, há muitas histórias dentro de cada mitologia que precisam ser contadas num guia completo como esse.

  Realmente o título faz jus à obra, já que a mesma traz uma enxurrada de informações totalmente novas para os leitores, e aprofunda ainda mais sobre assuntos já conhecidos pelos mesmos. 

  Agora vou explicar para vocês meu projeto de leitura para esse livro:

  Como eu disse, mesmo a obra sendo de extremo interesse de minha parte, devido a outros compromissos e a dificuldade da carregá-lo na bolsa, se torna um pouco difícil, no mínimo para mim, ler um livro desses de uma vez. Como eu disse anteriormente, eu deixei para continuar e terminar de lê-lo nas férias, onde vou ter tempo de sobra para me dedicar à leitura e não haverá tantas interrupções como houve antes, quando eu li uma parte dele. Então eu decidi dividi-lo de forma que eu não demore uma vida inteira para ler, mas que também eu não enjoe ou canse do assunto.

  Como há nove mitologias, mais uma introdução magnífica, entre outros complementos, irei provavelmente dividir o livro nos dois meses de férias é dois?, lendo pelo menos uma mitologia por semana ou mais; tudo dependerá de como estarei até lá em relação às leituras. E como eu realmente quero compartilhar com vocês essa experiência, talvez eu faça uma maratona de posts especiais mostrando para vocês o meu progresso :D O que vocês acham? Deixem nos comentários suas opiniões, please...

  E é isso por hoje gente, espero que vocês tenham gostado :)
  Beijos e até a próxima *-*

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê sua opinião sobre o assunto discutido acima :D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Copyright © 2015 | Design e Código: Natana Duarte - Colecionando Livros | Uso pessoal