29 de setembro de 2014

Resenha do Livro: Desastre Iminente

  Travis Maddox perdeu a mãe quando ainda não passava de uma criança, porém, nunca se esqueceu de suas palavras finais: seu último desejo era que o filho amasse muito e lutasse na vida. Seu pai acabou se perdendo quando viu sua esposa morta e os irmãos tiveram que se virar para manter o que restara da família. Já crescido e cursando a faculdade, Travis pareceu ter esquecido a promessa que fizera. Sua vida não tinha compromisso algum, sempre ficava nas farras, bebidas e mulheres. A única luta na vida que realizava, era nos ringues, onde extrapolava sua força e ganhava dinheiro com isso.   Mas então ele conheceu Abby, uma menina bonita, contudo, bem mais simples que muitas que Travis já capturou. Havia algo nela que o atraía, e nosso protagonista resolveu tornar essa conquista um jogo. Entretanto, Abby não parecia cair nos seus jogos de sedução e ele decidiu que o melhor modo de convencê-la, seria sendo seu amigo.   Foi através dessa amizade forçada e estranha que Travis enfim percebeu o quanto a amava, e o quanto faria para tê-la consigo. Mas será mesmo que Abby esqueceria facilmente a fama ruim que Travis carregava?


  Depois de muitos agrados, abdicações, finalmente eles acabam juntos. Ou não? Parece que quanto mais se acertavam, mais segredos vinham à tona e mais erros eram cometidos.

  Talvez nunca Travis conseguiria mudar seu ser, e talvez jamais mereceria Abby. Mas será que ele deixaria de cumprir sua promessa com tanta facilidade? Travis vai lutar, e muito.


  Desastre Iminente foi um desastre no início. Sendo a mesma história de"Belo Desastre" porém na versão do personagem Travis, o leitor se depara com uma trama igual e portanto, dessa vez, rasa por não haver surpresa alguma. O prólogo pareceu prometer muito, por demonstrar um enriquecimento no vocabulário da autora e no desenvolver dos personagens. Jamie McGuire conseguiu buscar melhor sua história e foi fácil notar o quanto abriu seus horizontes e o quanto aumentou sua experiência.


  Contudo, assim que avançamos para a mesma trama apresentada em Belo Desastre, vimos que, pelo fato do livro anterior ser mais simples, ela teve que – em vários momentos – se limitar à fazer diálogos pobres e uma narração bem mais breve. Isso me decepcionou em inúmeros momentos, pois, por ser um livro distinto do anterior, esperava por algo diferente do que já havia visto.


  E a autora compreendeu que seus leitores desejavam por algo que acrescentasse à sua história, e não que fosse igual. Foram nesses momentos que Desastre Iminente começou a se desenvolver melhor. A partir do capítulo 10 em diante é que a leitura se tornou tão envolvente quanto Belo Desastre. Todas as brechas que a autora encontrou, foram bem utilizadas. Nelas, os personagens Shepley e Trent foram mais focalizados, por terem mais importância para o novo protagonista. E mais personagens foram acrescentados, dando mais profundidade e realidade à história.


  É possível ver claramente que quando o enredo desse livro tinha um caminho diferente da primeira versão, a autora conseguia expandir mais suas qualidades. Todas as vezes que Travis estava longe de Abby – e consequentemente longe dos diálogos prontos e irrevogáveis –, a narração se transformava em algo bem mais rico.


  Assistir a história através da visão de Travis mudou tudo. Foi muito mais fácil compreender os erros que o personagem cometia, foi muito mais fácil assimilar a confusão de sentimentos de Travis e a intensidades deles. A história se tornou mais energética.


  É incrivelmente difícil se apaixonar pela mesma história, duas vezes, mas isso aconteceu comigo. Amei ambos os livros de formas diferentes, assim como Abby e Travis eram extremamente diferentes. E o final foi o que mais apreciei em Desastre Iminente, pois apresentou aos seus leitores o que foi ocultado na versão de Abby.
  Espero realmente que o próximo livro de Jamie seja tão bom quantos esses e que ela não se limite jamais, pois ela é uma típica escritora que sempre se renova e cresce; um dom realmente admirável.


  O que há de especial em Belo Desastre e Desastre Iminente é sua história, que pode ser reaproveitada e, de certa forma, reciclada. O restante nesses livros é simples. E estas obras são um exemplo concreto de que para que uma leitura seja boa, não é necessário uma narração espetacular ou um enredo fortíssimo e demasiadamente complexo. Só é necessário personagens – não só idealizados – mais realmente criados e uma história que valha pelo menos um pouco de sua atenção.


  E no final das contas Desastre Iminente se tornou especial e exatamente o que eu procurava. Pecou em alguns momentos – principalmente no começo – mas o que mais prevaleceu foi o sucesso que gerou em outros momentos. E é por esse motivo que esta obra terá a avaliação alta. Indico a leitura para todos que gostam de um romance veemente, forte, intenso e apaixonante. Para quem gosta de um enredo rápido, sem delongas e de personagens marcantes. Vale a pena apostar de novo e de novo nesta história.

Primeiro Parágrafo:
“Mesmo com o suor na testa e a respiração entrecortada, ela não parecia doente.” 
Melhor Quote:
“Abutres de merda. Eles podem esperar você por horas. Dias. Noites também. Olhando fixamente através de você, escolhendo que partes suas vão arrancar primeiro, que pedaços são mais doces, os mais macios, ou simplesmente que parte será mais conveniente.”

2 comentários:

  1. devo dizer que ver (finalmente) uma resenha desse livro tão bom me deixou extasiada. Desastre Iminente me arrebatou de um jeito inexplicável, um dos únicos livros que eu consigo ler diversas vezes sem cansar. sem cansar do jeito estourado de Travis, da boca suja, da sexualidade à flor da pele. é um livro ótimo por ser algo que acontece bastante. jovens suados e que não acreditam mais no amor se apaixonando por garotas bonitas de um jeito... simples. fico agradecida por ler isso. bom trabalho~ e a estética do seu blog é maravilhosa, vou ficar aqui de butuca, viu? adorei!~
    yoobi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem bom que gostou da resenha e do blog :D
      Fica de olho sim *-*
      Beijos =)

      Excluir

Dê sua opinião sobre o assunto discutido acima :D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Copyright © 2015 | Design e Código: Natana Duarte - Colecionando Livros | Uso pessoal