23 de julho de 2014

Poesia: Reflexos Descoloridos

 Nas ruas descoloridas, minha sombra irá dominar. 
O destino dessa caminhada é desconhecido... 
Seu sorriso, eu apenas procuro... 
 Seus olhos, eu os desejo... 
Nossos sentimentos não se encontram... 

Neste mundo sem cor... 
Nesta noite sem vida... 
Algo dentro de você reflete, 
Através de seus olhos quero descobrir o que é... 
Serão os sonhos do amanhã...

Suas mãos apontam em minha direção... 
Eu vejo o brilho em seus olhos... 
Quero te abraçar forte, nunca deixar você partir. 

Naquele dia, a lua crescente nos iluminava do céu. 
Se o tempo quiser me derrubar... 
Eu vencerei... 
Eu te amarei... 
 Somos duas metades de um todo.

Veremos o futuro daqui... 
Seremos o futuro aqui... 
Te abraçarei forte, nunca deixarei você partir... 

Por: Bruno C. Castex

2 comentários:

  1. Voce teve muita sensibilidade ao escrever, Bruno. Precisamos de mais pessoas assim.:-)

    ResponderExcluir
  2. Jackelline Costa, muito obrigado! Eu fico feliz por você ter gostado. E realmente precisamos de mais pessoas com sensibilidade. *----------------------*~

    ResponderExcluir

Dê sua opinião sobre o assunto discutido acima :D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Copyright © 2015 | Design e Código: Natana Duarte - Colecionando Livros | Uso pessoal