23 de julho de 2014

Notícia de Livro: Cresce a venda e cai o preço médio do livro no Brasil

 

 Os dados que constatam a afirmação do título da matéria são relativos à Pesquisa Produção e Vendas do Setor Editorial Brasileiro, da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas da Universidade de São Paulo (FIPE/USP), sob encomenda da Câmara Brasileira do Livro (CBL) e do Sindicato dos Editores de Livros (SNEL), divulgada nesta terça-feira (22/07), na sede do CBL, em São Paulo. O levantamento abrange os segmentos básicos do setor do livro: o mercado (editoras, livrarias e outros pontos de venda) e o governo (que compra das editoras por meio de programas, como o Plano Nacional do Livro Didático – PNLD).



  Segundo a pesquisa, as editoras brasileiras venderam ao mercado 279,66 milhões de livros, em 2013, representando um aumento de 4,13% em relação aos 268,56 milhões de exemplares de 2012. Já as vendas de exemplares ao governo tiveram crescimento de 20,41%. Em 2013, foram 200,30 milhões de exemplares ante 166,35 milhões em 2012. Quanto ao faturamento, o crescimento nominal do setor editorial brasileiro, considerando mercado e governo, em 2013, foi de 7,52%, com R$ 5,35 bilhões. Esse percentual significa um crescimento real de 1,52%, considerada a variação de 5,91% do IPCA em 2013. Entretanto, desconsideradas as compras feitas pelo governo, o crescimento nominal foi de 5,90%. Ou seja, considerada a variação do IPCA de 5,91%, as vendas ao mercado não sofreram alterações positivas ou negativas, dado que o crescimento real foi de 0%.

  Sobre a função da pesquisa em si, a presidente da CBL, Karine Pansa, enaltece sua realização anual, pois para ela, é fundamental para a compreensão do mercado, seu aperfeiçoamento e desenvolvimento. Em suas palavras “Com os dados levantados, é possível visualizar as tendências, dimensionar melhor a produção e trabalhar de modo mais eficaz para cumprir a meta prioritária de disseminar a leitura e ampliar o acesso ao livro no País”, observa Karine Pansa. “Outro fator importante da pesquisa deste ano foi o grau de sucesso alcançado no número de respostas emparelhadas, permitindo alto grau de confiabilidade ao comportamento do mercado”, destaca a presidente da CBL. “A comparação entre o desempenho do setor editorial, a cada ano, permite analisar tendências e resultados. É importante conseguirmos enxergar qual dos segmentos está obtendo melhores resultados, qual o canal de distribuição está crescendo, qual a área temática está com tendência de crescimento ou de queda”, comenta Sônia Jardim, presidente do SNEL.

2 comentários:

  1. Ainda não é o ideal, mas o cenário da leitura no Brasil vem melhorando. Espero que um dia tenhamos um país de leitores.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de julho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é... todos nós, leitores, esperamos que um dia todos leiam livros, não por obrigação, mas sim por gosto... Beijoss :)

      Excluir

Dê sua opinião sobre o assunto discutido acima :D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Copyright © 2015 | Design e Código: Natana Duarte - Colecionando Livros | Uso pessoal