8 de julho de 2014

Poesia: Vidas e Cores- Por: Gustavo Pitanga


Flores azuis, vidas nulas
Amores, paixões
Largados nas ruas
Erros, razões
Não se pode viver
Não sem você

Nuvens roxas
Morte sólida
Viagens fixas
Vida mórbida
Mantos coloridos
Voando no céu
São todos negros
Presos num véu

A vida acaba
Sem vir a morte
Almas largadas
À própria sorte
Somos peões
Da morte imortal
Apenas vagões
Do trem matinal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê sua opinião sobre o assunto discutido acima :D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Copyright © 2015 | Design e Código: Natana Duarte - Colecionando Livros | Uso pessoal